Posto Petrominas, anexo do Centro dos Chauffeurs de Belo Horizonte no inicio da década de 1970.
Fonte: APCBH/ASCOM

   
     O Centro dos Chauffeurs de Belo Horizonte, atualmente espremido entre a Rodoviária e os viadutos do complexo da Lagoinha é um dos mais emblemáticos edifícios da capital. Projetado por Angelo Murgel, o edifício integrava o conjunto art déco que surgiu na década de 1930 no eixo do ribeirão Arrudas, nos quais o Cine São Geraldo, a antiga Rodoviária e a Feira de Amostras, todos demolidos, eram os protagonistas.

      Localizado em uma área desprezada por uma parcela considerável da população, o edifício é um dos mais importantes remanescentes de um período de profunda mudança espacial ocorrida na capital, surgido a partir da construção do Cinema Brasil e do edifício Ibaté, o primeiro arranha céu de Belo Horizonte e atualmente um dos edifícios mais baixos do Hipercentro.

     Mas por ora lancemos os olhos no belo estilo arquitetônico aqui abordado nesse breve artigo, tão desprezado e esquecido por muitos em uma cidade sem identidade, cidade em eterna construção. Ele está ai, espalhado por todo o município, ao longo das antigas estradas, nas casas suburbanas. E convido a todos a olharem mais atentamente e desprovidos de pré conceitos, e admirar o que foi legado pelas gerações antecedentes, tão próximas e ao mesmo tempo tão distantes.  

Cine São Geraldo no bairro da Lagoinha. O local atualmente encontra-se ocupado pela estação de Metrô da Lagoinha. Detalhe para o entorno.
Fonte: Acervo EM 

Antiga estação Rodoviária na década de 1960.
Fonte: skyscrapercity

O belíssimo edifício da Feira de Amostras.
Fonte: Acervo Augusto Guerra Coutinho





3 comentários:

  1. A antiga Rodoviária ficava na Rua Rio Grande do Sul?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No mesmo local da atual, em frente ao Arrudas.

      Excluir
  2. Essa foto na rodoviária está simplesmente demais! Muito boa a qualidade da mesma. Será que tem mais fotos dessa época com essa qualidade?

    ResponderExcluir

Comente a vontade

Rios Invisíveis da Metrópole Mineira

gif maker Córrego do Acaba Mundo 1928/APM - By Belisa Murta/Micrópolis