Publico abaixo uma série de fotos tiradas em Belo Horizonte no decorrer da década de 40. As imagens, na sua maioria retratam as obras realizadas pelas duas principais gestões da década: a gestão do Prefeito Juscelino Kubitschek de Oliveira e do Prefeito Octacílio Negrão de Lima. Nessas fotos e nas outras que também publico podemos notar uma capital em transição, traduzida principalmente pela verticalização da área central, a industrialização e da continuidade de expansão da sua malha urbana ou seja, uma cidade que perdia definitivamente a imagem de uma capital pacata e tranquila iniciando-se então o processo de metropolização que trouxe consigo todos os problemas no que diz respeito a infra-estrutura e transportes. As fotos estão publicadas em ordem cronológica para facilitar a compreensão da mudança espacial de Belo Horizonte.

Área central de Belo Horizonte em 1940 destacando-se, entre outros edifícios o Ibaté e o Capichaba, os primeiros construídos na capital. Imagem obtida da Feira de Amostras.
Fonte: Acervo MHAB

Avenida Afonso Pena no cruzamento com Rua Tamoios.
Fonte: APCBH Relatório do Prefeito Juscelino Kubitschek de Oliveira, 1941.

Avenida Santos Dumont nas proximidades da Rua Espirito Santo.
Fonte: APCBH Relatório do Prefeito Juscelino Kubitschek de Oliveira, 1941.

Avenida Paraná desobstruida na esquina com Rua Tupis. Essa obra permitiu prolongar a via até a Avenida Amazonas.
Fonte: APCBH Relatório do Prefeito Juscelino Kubitschek de Oliveira, 1941.

Alargamento da ponte sobre o Córrego do Leitão na esquina da Avenida Amazonas e Rua Padre Belchior.
Fonte: APCBH Relatório do Prefeito Juscelino Kubitschek de Oliveira, 1941.

Ponte sobre o Córrego do Leitão nas esquinas das ruas Tupis e Rio Grande do Sul. Ao fundo o Edifício Randrade em construção, o primeiro construído no entorno da Praça Raul Soares.
Fonte: APCBH Relatório do Prefeito Juscelino Kubitschek de Oliveira, 1941.

Ponte construída sobre o Arrudas na Rua Acre, rua hoje escondida sob o Viaduto da Rodoviária.
Fonte: APCBH Relatório do Prefeito Juscelino Kubitschek de Oliveira, 1941.

Alargamento da Ponte sobre a linha da EFCB na Avenida do Contorno. A direita o Frigorífico Perrela.
Fonte: APCBH Relatório do Prefeito Juscelino Kubitschek de Oliveira, 1941.

Praça Raul Soares nos anos 40. Ao fundo a Avenida Amazonas e em destaque os primeiros edifícios construídos na capital. Da esquerda para direita destacam-se as pontas dos Edifícios Ibaté, Capichaba, Lutélia e Brasil.
Fonte: BH Nostalgia

Avenida Antônio Carlos nas proximidades da Rua Formiga. À esquerda o Conjunto IAPI.
Fonte: APCBH/ASCOM

Avenida José Bonifácio no bairro popular (IAPI) e a esquerda parte da Pedreira Prado Lopes.
Fonte: APCBH/ASCOM

O recém inaugurado Conjunto IAPI e ao fundo a Pedreira Prado Lopes. Mais a esquerda, ainda desocupada a parte da Pedreira aonde se extraia o Granito usado em parte das primeiras construções e no calçamento da capital.
Fonte: BH Nostalgia

Estrada da Pampulha, atual Avenida Antônio Carlos na altura do bairro São Francisco.
Fonte: APCBH/ASCOM

Cruzamento da Avenida Afonso Pena e Rua da Bahia em meados dos anos 40.

Imagem obtida da antiga Estação da Gameleira onde se vê a construção da ponte sobre as linhas da EFCB na Gameleira. Foto de 1945.

Área central de Belo Horizonte em 1948 vendo-se o Edifício Acaiaca em construção.
Fonte: APCBH Relatório do Prefeito Octacílio Negrão de Lima, 1948.

Abertura da Rua Conde de Linhares em 1948.
Fonte: APCBH Relatório do Prefeito Octacílio Negrão de Lima, 1948.

Calçamento da Rua Montes Claros em 1949.
Fonte: APCBH Relatório do Prefeito Octacílio Negrão de Lima, 1949.

Calçamento da Rua Lavras em 1948.
Fonte: APCBH Relatório do Prefeito Octacílio Negrão de Lima, 1948.

Calçamento da Rua Mauá de Cima, antiga Rua do Ramal.
Fonte: APCBH Relatório do Prefeito Octacílio Negrão de Lima, 1948.

Calçamento da Rua Turfa.
Fonte: APCBH Relatório do Prefeito Octacílio Negrão de Lima, 1948.

Vista da área central de Belo Horizonte na segunda metade dos anos 40.
Fonte: APM

Praça Raul Soares na segunda metade dos anos 40 vendo-se a Avenida Amazonas já prolongada. Ao fundo as árvores que circundam o Reservatório dos Pintos (Pedra Bonita) no Alto Barroca. Foto tirada do Edifício Tupi.
Fonte: BH Nostalgia

Calçamento da Rua Almirante Alexandrino em 1949.
Fonte: APCBH Relatório do Prefeito Octacílio Negrão de Lima, 1949.

Cena constante no transporte público de Belo Horizonte ao longo das décadas: poucos carros para atender a população que não parava de crescer.
Fonte: BH Nostalgia

Um comentário:

  1. Moro no conj. IAPI há 29 anos e foi muito bom ter visto essas imagens tão antigas do tempo da contrução. Muito importante para a memória da cidade manter essas imagens. Parabéns pela iniciativa deste blog.

    ResponderExcluir

Comente a vontade

Rios Invisíveis da Metrópole Mineira

gif maker Córrego do Acaba Mundo 1928/APM - By Belisa Murta/Micrópolis